Marx & Eu

Não ter cursado jornalismo foi uma decepção para mim. Meu sonho era trabalhar numa agência de notícias como a Reuters, AFP, EFE e, quem sabe, fazer coberturas internacionais, sempre com o cracházinho pendurado no pescoço e usando aqueles coletes escritos ‘IMPRENSA’ nas costas. O custo da mensalidade era pornográfico. Tentei fazer o FIES, mas naquele … Continue lendo Marx & Eu

Anúncios

Quando eu sair pra nunca mais voltar

OST Keane - Neon River The Anderson Shelter - Do It Again U2 - One Tulipa Ruiz - Quando Eu Achar Keane - The Lovers Are Losing Eu já falei em outro texto que atualmente trabalho próximo do meu antigo emprego. Em outra ocasião eu também contei sobre meu hábito de fingir que não vi … Continue lendo Quando eu sair pra nunca mais voltar

Deus é negro ou: Escrevendo para me alcançar

Dois anos depois de correr meus primeiros dez quilômetros, voltei ao mesmo Circuito das Estações e refiz a prova que quase me matou logo em meu debute. Não percam a coletânea de fotos que eu chamarei carinhosamente de #ViaSacra. Depois de quatro meses me preparando, finalmente chegou a semana da prova. Para os corredores aspirantes … Continue lendo Deus é negro ou: Escrevendo para me alcançar

Contos Copeiros: #2 A bastilha paraguaia

Paraguai 0 - 1 Espanha Copa do Mundo de 2010 - Quartas-de-final Johannesburg - Sábado, 3 de Julho de 2010 A Espanha chegou à primeira Copa do Mundo em solo africano não só como favorita, mas como a campeã legítima por antecipação. Dois anos antes, o mítico treinador Luis Aragonés levava La Furia Roja ao … Continue lendo Contos Copeiros: #2 A bastilha paraguaia

Contos Copeiros: #1 A Batalha de Nuremberg

Portugal 1 - 0 Holanda Copa do Mundo de 2006 - Oitavas-de-final Nuremberg - Domingo, 25 de Junho de 2006 A Copa do Mundo de 2006 foi um mundial na Europa para os europeus. Das dezesseis seleções que estiveram nas oitavas-de-final, dez representavam a UEFA. E não é por acaso, quatro anos antes os europeus decepcionaram … Continue lendo Contos Copeiros: #1 A Batalha de Nuremberg

O Silêncio (que precede o esporro)

O silêncio. No final do ano passado, a Cláudia, uma amiga de faculdade, me deu um caderno em branco. Era uma daquelas agendas costuradas de páginas amareladas. Não tinha linhas, mais parecia aquele diário que o Voldemort transformou em horcrux. Na verdade poderia ser mesmo uma horcrux. Me deu dizendo para eu escrever uma história … Continue lendo O Silêncio (que precede o esporro)

Escrevendo para te alcançar

Em 2016 eu comecei a correr. Tive pequenas e frustrantes experiências antes de “começar de verdade”. Quando comecei a querer correr, lá em 2015, eu tinha uma tremenda vergonha de andar por aí com um short acima do joelho. E como é comum que o mundo inteiro olhe para mim quando estou em público, criei … Continue lendo Escrevendo para te alcançar